Elvis & Nixon



Mama take this badge for me


Considerando a estapafúrdia razão que levou Elvis Presley a, em 1970, buscar um encontro na Casa Branca com o presidente Richard Nixon pouco antes de sua renúncia, Elvis & Nixon (EUA, 2016) acerta em cheio no tom ao não se levar a sério e assumir-se enquanto comédia, ainda que de maneira sutil. Dentro deste contexto, a forma sucinta com que a trama se desenvolve denota a correta intenção de não ‘encher lingüiça’ em torno de um acontecimento efêmero, permitindo, assim, que o foco paire sobre aquilo que é estritamente necessário para o correto transcorrer da narrativa: compreender o estado de espírito e motivações de Elvis, mesmo que tal estratégia implique deixar um tanto de lado o presidente Nixon, magistralmente interpretado por Kevin Spacey - para o lamento do espectador a quem resta lidar com o desejo não satisfeito de ver o ator mais tempo em cena.
Seja como for, a estrutura narrativa construída em torno do cantor não há de ser contestada, eis que de fato é por ele e através dele que a história surge e se impulsiona, seja em virtude do viés depressivo que a fama e sua clausura lhe proporcionam, seja em decorrência de suas excentricidades – no que se incluem a adoração pelo caratê, a ambição tresloucada de se tornar um agente federal para de modo infiltrado delatar ‘comunistas’ e demais agressores da pátria americana, bem como a rebeldia demonstrada por meio da quebra de todos os protocolos de comportamento a ele impostos antes de adentrar no salão oval. Neste aspecto, dada a falta de semelhança física, é inevitável o estranhamento causado pela escalação de Michael Shannon para o papel do rockstar; contudo, é impossível ao mesmo tempo não se deliciar com sua atuação contida e não raro hilária. Eis o tipo de resultado que somente grandes atores alcançam.

Ficha Técnica

Direção: Liza Johnson
Roteiro: Cary Elwes, Hanala Sagal, Joey Sagal
Elenco: Michael Shannon,  Kevin Spacey, Evan Peters, Ashley Benson, Ahna O'Reilly, Alex Pettyfer, Colin Hanks, Hanala Sagal, Ian Hoch, Johnny Knoxville, Kamal Angelo Bolden,  Nathalie Love, Ritchie Montgomery, Sky Ferreira, Tate Donovan, Tracy Letts
Produção: Cassian Elwes, Holly Wiersma
Fotografia: Terry Stacey
Montador: Michael Taylor, Sabine Hoffmann
Trilha Sonora: Ed Shearmur
Estreia: 16/06/2016 (Brasil)
Duração: 86 min.

Comentários

POSTS RECENTES MAIS LIDOS